Família

Caminhar a Dois: Família, Dom para a Humanidade

Informações sobre o curso, incluindo preços e condições de reserva aqui

Caminhar a Dois

O Papa Francisco refere que «o amor precisa de tempo disponível e gratuito, colocando outras coisas em segundo lugar. Faz falta tempo para dialogar, abraçar-se sem pressa, partilhar projetos, escutar-se, olhar-se nos olhos, apreciar-se, fortalecer a relação».

Conscientes da importância deste tempo, o Movimento Famílias Novas tem promovido o curso anual Caminhar a Dois, organizado em três etapas, que se destina a casais de todas as idades que desejam aprofundar a unidade entre si. Durante o curso, procura-se privilegiar a relação entre os esposos, a sua formação enquanto casal e a partilha de experiências concretas sobre a família. Este curso tem por objetivo aprofundar o amor recíproco entre o casal, a partilha de dificuldades e o abrir-se à humanidade.

Na primeira edição, correspondente à 1ª etapa, intitulada “Família: Escola de Reciprocidade”, procurou-se colocar em evidência a família e a relação do casal. Os três dias de paragem no ritmo quotidiano permitiram aos casais ir para além do aprofundamento dos temas, intensificando o diálogo a dois, tantas vezes dificultado no dia a dia, e pelo ritmo frenético dos tempos modernos.

Com esta tónica na reciprocidade, os temas abordados tocaram variados aspetos da vida do casal, desde a comunicação, as dificuldades no relacionamento, os desafios da vida a dois, a afetividade e sexualidade, a identidade do casal, o perdão e o pacto matrimonial, não esquecendo a gestão financeira da família.

No final, as impressões falavam por si:

“Estamos contentes por termos participado e tivemos bastante tempo para conversarmos.”

“Agradecemos a oportunidade de começar o ano [letivo] focando em alguns pontos que nos ajudam a orientar a nossa vida familiar e a dois.”

“Levamos maior sensibilidade para algumas questões e algumas pistas concretas para melhorar a nossa vida a dois.”

No início de setembro de 2019 decorreu a 2ª edição do Curso com o título “Da dor ao Amor”. Os temas abordados desta foram o Trabalho e vida familiar; a doença e cuidados como escalada para um bem maior; a crise na relação, separação e infidelidade; educar para superar as dificuldades; e o caminho da perda na família.

Cada um dos tópicos foi desenvolvido de forma sucinta e no final alguns casais partilharam experiências de viver que mostravam os temas vividos em momentos concretos. Depois, foram propostos momentos de diálogo entre o casal, ou em grupo, com o objetivo de aprofundar e partilhar a impressão que os temas haviam gerado em cada um.

Por exemplo, relativamente às experiências associadas ao tema “A doença e cuidados como escalada para um bem maior”, um casal partilhou como vive a circunstância de doença de um dos elementos do casal e como os dois, ao fazer a experiência de ir além da dor e seguir o conselho de Jesus – procurar amar cada próximo, cada situação e oferecer essa dor por outros que sofrem ainda mais – descobriram a alegria da reciprocidade desse amor, através dos amigos sempre presentes, dos colegas de trabalho que asseguraram os compromissos profissionais, do pessoal médico e de enfermagem sempre disponíveis e, sobretudo, no Amor do Pai que sempre se fez presente, mesmo se no contexto do momento essa presença nem sempre era visível.

Um outro casal partilhou a experiência difícil vivida com os filhos, em que um apresenta problemas graves de integração na escola e o outro revelou ser portador de uma doença que afeta o seu desenvolvimento. Apesar das dificuldades e da dor, os pais contaram como foi a sua experiência de não desistir de os amar e de encontrar o melhor para ambos.

No final do Curso a alegria entre todos era evidente e percebia-se que as dificuldades vencidas por todos os casais, para estarem presentes durante aqueles dias em Fátima, tinham valido a pena.