Cidadela Crianças Família Jovens

Mariápolis 2017 na Cidadela

  • Mariapolis_1_2017_1
  • Mariapolis_1_2017_2
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • Mariapolis_1_2017_5
  • Mariapolis_1_2017_6
  • SONY DSC
  • Mariapolis_1_2017_8
  • Mariapolis_1_2017_9
  • SONY DSC
  • Mariapolis_1_2017_11
  • Mariapolis_1_2017_12
  • SONY DSC
  • Mariapolis_1_2017_14
  • SONY DSC
  • Mariapolis_1_2017_16
  • Mariapolis_1_2017_17
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • Mariapolis_1_2017_32
  • SONY DSC
  • Mariapolis_1_2017_33a
  • Mariapolis_1_2017_33b
  • Mariapolis_1_2017_34
  • SONY DSC
  • Mariapolis_1_2017_36
  • Mariapolis_1_2017_37
  • Mariapolis_1_2017_38
  • Mariapolis_1_2017_39
  • Mariapolis_1_2017_40
  • Mariapolis_1_2017_41
  • Mariapolis_1_2017_42
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • Mariapolis_1_2017_45
  • Mariapolis_1_2017_46
  • Mariapolis_1_2017_47
  • Mariapolis_1_2017_48
  • Mariapolis_1_2017_49
  • Mariapolis_1_2017_50
  • Mariapolis_1_2017_51
  • Mariapolis_1_2017_52
  • Mariapolis_1_2017_53
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC
  • SONY DSC

Decorreu na Cidadela Arco-Íris, em Abrigada-Alenquer, a primeira edição da Mariápolis 2017, de 29 de julho a 1 de agosto. Uma segunda Mariápolis  decorreu de 3 a 6 de agosto, também na Cidadela.

Esta foi uma Mariápolis histórica pois, pela primeira vez, os Focolares realizam o seu evento mais significativo na própria “casa”.

Por força das contingências teve de ser uma Mariápolis mais reduzida em número de participantes, mas não em intensidade de experiência de vida.
O programa proposto aos participantes foi construído na perspetiva da família. Todas as iniciativas deveriam permitir a participação de todos os membros da família, desde os mais novos aos mais maduros.

Assim, juntamente com os temas propostos diariamente para aprofundamento, fez-se um dia inteiro na Serra do Montejunto – Cadaval com caminhadas a pé, visita às ruínas da primeira e única Fabrica de Gelo natural em Portugal, jogos tradicionais, assim como momentos de aprofundamento do aspeto da espiritualidade da Unidade escolhido para esse dia: a Arte de Amar Cristã.

Num outro momento, aprofundou-se o “segredo” para a construção autêntica e duradoura da Unidade: o amor a Jesus Crucificado e Abandonado. Como ocasião de praticar este e outros pontos da espiritualidade, os participantes estiveram numa visita à cidade de Alenquer preciosamente apoiados pela Associação Cultural de Alenquer – Alenculta que, gentilmente, cedeu guias e acompanhantes que apresentaram e explicaram alguns dos mais emblemáticos lugares da cidade com destaque para o recém-inaugurado Museu Damião de Góis, disponibilizado e introduzido pelo próprio diretor em dia de fecho semanal dos museus.

As impressões colhidas informalmente junto dos participantes revelam uma grande satisfação pelo “novo” estilo da Mariápolis, referindo que o número reduzido permite uma experiência mais profunda e que o facto de não haverem todas as disponibilidades existentes noutros locais permite uma aproximação ao estilo das primeiras Mariápolis.

Muitos trabalharam com afinco na preparação dos contributos para a festa da Mariápolis ou a Noite Aberta para onde se convidaram todos aqueles que quiserem vir respirar um pouco da atmosfera que vive na Primeira Mariápolis na Cidadela.