Cidadela Crianças Família Jovens

Mariápolis na Cidadela

Mariapolis_Cidadela_2018_58
Mariapolis_Cidadela_2018_1
Mariapolis_Cidadela_2018_2
Mariapolis_Cidadela_2018_3
Mariapolis_Cidadela_2018_4
Mariapolis_Cidadela_2018_5
Mariapolis_Cidadela_2018_6
Mariapolis_Cidadela_2018_7
Mariapolis_Cidadela_2018_8
Mariapolis_Cidadela_2018_9
Mariapolis_Cidadela_2018_10
Mariapolis_Cidadela_2018_11
Mariapolis_Cidadela_2018_12
Mariapolis_Cidadela_2018_13
Mariapolis_Cidadela_2018_14
Mariapolis_Cidadela_2018_15
Mariapolis_Cidadela_2018_16
Mariapolis_Cidadela_2018_17
Mariapolis_Cidadela_2018_18
Mariapolis_Cidadela_2018_19
Mariapolis_Cidadela_2018_20
Mariapolis_Cidadela_2018_21
Mariapolis_Cidadela_2018_22
Mariapolis_Cidadela_2018_23
Mariapolis_Cidadela_2018_24
Mariapolis_Cidadela_2018_25
Mariapolis_Cidadela_2018_26
Mariapolis_Cidadela_2018_27
Mariapolis_Cidadela_2018_28
Mariapolis_Cidadela_2018_29
Mariapolis_Cidadela_2018_30
Mariapolis_Cidadela_2018_31
Mariapolis_Cidadela_2018_32
Mariapolis_Cidadela_2018_33
Mariapolis_Cidadela_2018_34
Mariapolis_Cidadela_2018_35
Mariapolis_Cidadela_2018_36
Mariapolis_Cidadela_2018_37
Mariapolis_Cidadela_2018_38
Mariapolis_Cidadela_2018_39
Mariapolis_Cidadela_2018_40
Mariapolis_Cidadela_2018_41
Mariapolis_Cidadela_2018_42
Mariapolis_Cidadela_2018_43
Mariapolis_Cidadela_2018_44
Mariapolis_Cidadela_2018_45
Mariapolis_Cidadela_2018_46
Mariapolis_Cidadela_2018_47
Mariapolis_Cidadela_2018_48
Mariapolis_Cidadela_2018_49
Mariapolis_Cidadela_2018_50
Mariapolis_Cidadela_2018_51
Mariapolis_Cidadela_2018_52
Mariapolis_Cidadela_2018_53
Mariapolis_Cidadela_2018_54
Mariapolis_Cidadela_2018_55
Mariapolis_Cidadela_2018_56
Mariapolis_Cidadela_2018_57
Mariapolis_Cidadela_2018_59
Mariapolis_Cidadela_2018_60
Mariapolis_Cidadela_2018_61
Mariapolis_Cidadela_2018_62
Mariapolis_Cidadela_2018_63
Mariapolis_Cidadela_2018_64
Mariapolis_Cidadela_2018_65
Mariapolis_Cidadela_2018_66
Mariapolis_Cidadela_2018_67
Mariapolis_Cidadela_2018_68
Mariapolis_Cidadela_2018_69
Mariapolis_Cidadela_2018_70
Mariapolis_Cidadela_2018_71
Mariapolis_Cidadela_2018_72
Mariapolis_Cidadela_2018_73
cn_2018_08_09_capa
Mariapolis_Cidadela_2018_74
Mariapolis_Cidadela_2018_75

Terminou a Mariápolis 2018 na Cidadela Arco-Íris, com longos abraços de despedida e alegre troca de contactos e fotos, o evento típico do Movimento dos Focolares e que se multiplica em muitos cantos do mundo: a Mariápolis, que etimologicamente significa “cidade de Maria”! Uma “cidade”, qual local de vida e de encontros, que dão a coragem e a força para a vida. “A força do encontro” era o título: forte, verdadeiro e real! Este ano na Cidadela decorreu de 28 a 31 de Julho.

Quatro dias de “férias em família” vividos com o Carisma da Unidade. O desafio principal: concretizar o amor recíproco, ao qual nos desafia o Evangelho, nos simples momentos do dia-a-dia, seja na fila para o almoço ou nas caminhadas e passeios: “primeiro não queria… mas depois emprestei a lanterna ao Manuel” – conta o Francisco, de apenas 3 anos de idade.

Os 140 participantes definiram estes dias: autêntico laboratório de relacionamentos intergeracionais! De facto, à localidade de Abrigada (onde se situa a Cidadela Arco-Íris), acorreram pessoas de todas as idades. Viam-se bengalas, carrinhos de bebé, rugas e vivacidade juvenil, e em cada interação estava… uma ocasião para “amar o próximo”, exatamente o que estivesse mais próximo, um de cada vez. Chegar ao fim do dia podendo dizer interiormente “amei sempre”… era o objetivo, e era também uma boa preparação para um sono profundo e regenerador, bem necessário após um jogo de futebol, duas horas de subida até ao Montejunto ou mesmo horas em pé a cozinhar alegremente para todos!

Os momentos de festa não faltaram, com pequenos teatros, comédias improvisadas, dança ou poesia, todos ingredientes para um ambiente de família em que cada um põe a render os seus talentos, numa doação e empenho que atrai a presença “de Jesus entre nós”, como promete o Evangelho. E com todo este denso (porque cheio de vida, mais do que de teoria)  “pano de fundo”, os breves momentos de profundidade e meditação penetraram nos corações com efeitos que só cada um conhece.

Partiu-se com gratidão e com coragem para continuar a mesma dinâmica de amor cristão na viagem, em casa, e em toda a parte. E para quem não teve esta ocasião, não perca a próxima Mariápolis de 5 a 7 de outubro 2018 na localidade de São Pedro do Sul.