Comunidades

Norte e Centro recordam Chiara Lubich

As comunidades do Norte e do Centro do país viveram juntas um dia muito especial, um dia onde recordaram Chiara Lubich, no 8.º Aniversário da sua partida para o céu, com um momento de agradecimento pelo Ideal da Unidade.

O dia começou com um pensamento sobre a Paz que, como muitos diziam, “relançava todos a viver e a ser construtores de Paz…”

Ao longo do dia percorreu-se a vida que brota nas comunidades e era tangível a alegria experimentada por todos! Uma alegria que se via desabrochar da vida de cada um e que faz experimentar o: “Ser Família”.

Num momento de distensão, durante um jogo onde participaram crianças, adolescentes, jovens e adultos, conheceram melhor os focolares do Porto; era a vida que circulava e fazia recordar as palavras de Chiara:

“E sabemos que a primeira vontade de um pai é que os filhos se tratem como irmãos, que se queiram bem, que se amem, que se conheçam e pratiquem o que pode ser definido como “a arte de amar”.

A tarde terminou com uma missa, um momento solene, de grande simplicidade onde se agradeceu o dom do Ideal da Unidade, a vida de Chiara Lubich e se pediu por todos aqueles que, agora no Paraíso, ajudam a ser construtores de Paz na humanidade!