Comunidades Jovens

Torres Novas – Linha 1 – Apanhar o comboio da esperança

O concerto realizado pelos Contraste, dia 8 de outubro em Torres Novas, foi um momento de juventude e de apelo à Paz. Tirando partido das vozes, instrumentos e encenação, “passaram a mensagem” que os conduziu até aqui – também eles vindos de diversas cidades onde estudam ou trabalham – deixando tantas pessoas e tarefas, para através de linguagem jovem e ritmos pop-rock, entrarem no comprimento de onda do seu público.

Os Contraste propõem uma história contada em 15 canções: numa estação de comboios, as pessoas encontram-se e falam dos seus medos, das suas dificuldades e dos sonhos. É preciso encontrar um ponto de luz e de esperança para enfrentar tudo e levar a paz a todos!

E conseguiram “agarrar a sala: por acaso, um espaço muito de acordo com o seu cartaz, a fazer lembrar uma estação de comboios, com os seus varões em ferro forjado, os seus candeeiros típicos, com pessoas que se juntam à linha para partir em viagem. Há verdades como “fazer o bem como queremos para nós”, a solidariedade e o amor ao próximo que por vezes, no nosso tempo, parece um pouco esquecido, distraídos como estamos com a crise.

Além da cidade e do concelho, estiveram presentes pessoas um pouco de toda a região centro: Leiria, Fátima, Minde, Alhandra, Almeirim, Santarém, Rio Maior, Tomar, Abrantes e Castelo Branco, Lisboa…
 No dia seguinte ao concerto, com as pessoas que os quiseram conhecer, fizeram um Workshop simples, dinâmico e bonito, constituído por um grupo de dança, outro de canto e um terceiro com percussão. Daí resultou um pequeno musical realizado por todos.

Estes jovens da banda Contraste, em conjunto com a comunidade dos Focolares em Torres Novas, correndo numa “Rota Diferente”, trouxeram com audácia a frescura dessas mensagens inspiradas na vida cristã. Sabem que a construção do mundo unido passa pelo esforço de cada um e trabalho conjunto para chegar às periferias de uma sociedade em crise, fazendo renascer a esperança.