Família

Adoções à distância

Uma das iniciativas do Movimento Famílias Novas é um projecto ligado ao apoio/adoção à distância.

Cada proposta de solidariedade à distância nasce de uma equipa local do Movimento que avalia as prioridades e se empenha a seguir as crianças e as suas famílias com continuidade. Os contributos servem para assegurar às crianças pelo menos uma refeição por dia, para comprar material didáctico, oferecer os cuidados básicos de saúde e contribuir para o ordenado dos professores.

Não são intervenções isoladas: inserem-se em programas mais vastos de carácter sócio-educativo e de desenvolvimento económico que o Movimento põe em prática nesses locais.

Cada programa realizado neste âmbito pretende garantir à criança uma alimentação adequada, a inserção em programas educativos, pôr à disposição tratamentos e prevenção sanitária, com uma atenção especial às suas famílias. É o que está a ser feito, graças ao apoio à distância, para mais de 15.000 crianças de famílias em dificuldade em 46 países em vias de desenvolvimento ou em emergência bélica. É uma gota num oceano.

Mas, juntos, podemos alargar esta rede de solidariedade: para potenciar os projectos já em curso e para responder a novos apelos. Desde 1993 que esta iniciativa foi lançada em Portugal. Foram feitas cerca de 87 adopções à distância, 25 das quais são de crianças em Angola. Também o projecto para Timor que surgiu na altura da independência, suscitou algumas adesões e os restantes projectos encontram-se dispersos por muitos países em vias de desenvolvimento.

AdocoesComoAjudar